Corinthians de Presidente Prudente - 1980

CLIQUE NA IMAGEM | para melhor visualização.

Estádio de Parque São Jorge de Presidente Prudente-SP (Foto de propriedade desconhecida).

Como diz um trecho da musica

E por falar em saudade / Onde anda você

"Contando um pouco daquilo que eu vi desse time do retrato, foi o jeito que eu vi".

escrito por: web Osmar de Amigos

Em pé: Sérgio Jorge Alves, professor, repórter, comentarista, apresentador, escritor e historiador, uma das pessoas mais apaixonadas pelo time.

Luiz Carlos, ex-goleiro do Noroeste de Bauru, fez a sua estreia com a camisa alvinegra jogando fora de casa, derrota de 2 a 1 para o Araçatuba (gols Reinaldo Xavier), no estádio Adhemar de Barros Filho. Porte físico avantajado para um goleiro, fato que não o impedia de fazer defesas elásticas.

Espanhol, de nome Claudemir Vilhegas, não existem números oficiais, mas com certeza deve ser o atleta que mais jogou a camisa do Corinthinha. Jogou e honrou... É um nome que se mistura com a história do time.

Almeidão, vindo do Araçatuba. A entrega nas partidas era a sua melhor definição dentro de campo. Um atleta conhecedor dos seus limites, um agregador.

Gérson, vindo da cidade de Assis-SP, marcava e apoiava com a mesma precisão, um típico lateral direito de sua época.

Rubinho, de Presidente Prudente, marcava bem sem fazer muitas faltas, preparo físico era um dos seus pontos fortes.

Ojeda, ex-Corinthians Paulista, muito técnico, de extrema qualidade no domínio e passe. Um jogador clássico extremamente habilidoso.

Agachados: Garoto, o menino que não sabemos o nome, mas, que com certeza viveu momentos felizes junto a esses jogadores.

Rogério, o mascote oficial do time, se tornou conhecido como os próprios jogadores, foi um dos personagens que mais pisaram no gramado do extinto Parque São Jorge.

Laerte Silva, radialista e apresentador de grande conceito, dono de um voz poderosa. Grande conhecedor quando o assunto é rádio.

Tuta, que jogou na Votuporanguense, os cruzamentos e as bolas levantas na área eram as suas melhores marcas registradas.

Lima, ex-Vasco da Gama, parecia lento, mas não era. Tinha uma visão de jogo e um domínio de bola que apenas os grandes jogadores tem.

Paulo Dias, vindo do Clube Atlético Linense, um artilheiro por natureza, que não enfeitava muito o lance o negócio dele era fazer gols, era fazer a alegria da torcida, e isso ele fazia muito bem.

Jaime, jogou no Corinthians de Presidente Venceslau-SP, um jogador guerreiro dono de um preparo fisico de fazer inveja, um motorzinho do inicio ao fim do jogo.

Pedrinho, rápido e habilidoso de drible fácil, um ponta esquerda das antiga, hoje chamado de atacante do lado de campo ou segundo atacante.

Pedrão, o eterno massagista alvinegro, sempre com o seu sorriso largo, outro grande personagem da bonita história do Esporte Clube Corinthians de Presidente Prudente.

Lembranças:

Dona Amélia Barreto

Adair Dalefe "Marginal".

Torcedores ilustres,

de transpiração,

de colaboração,

de emoção,

de coração,

de doação,

de paixão,

de amor.

...e de alambrado e radinho no ouvido.

EC Corinthians de Presidente Prudente

Fatos e Fotos
Ajude-nos a contar um pouco mais do Corintinha de Prudente. Fotos, jornais, revistas, videos e demais informações, serão de grande importância para ilustração de mais um pedacinho da história de um time que continua vivo no coração de seus torcedores.

Osmar de Amigos, agradece.

ACESSE E CONFIRA A GALERIA DE IMAGENS DO CORINTHINHA

https://www.osmardeamigos.com/corinthians-pp

*(ATUALIZAÇÃO A QUALQUER MOMENTO).

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga

Visto em:

© Copyright todos os direitos reservados

© 2017 por Osmar de Amigos, "todos os direitos reservados"     |    Orgulhosamente criado por Arte Web cAc

Conforme a Lei 9.610/98, é proibida a reprodução total e parcial ou divulgação comercial sem a autorização prévia e expressa do autor (artigo 29).