July 15, 2018

Please reload

Posts Recentes

Divisão Intermediária de 1978

April 27, 2020

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Hinomoto time bicampeão juvenil, formado na Vila Verinha

February 25, 2018

CLIQUE NA IMAGEM | e confira mais informações. O seu acesso ao nosso site é a nossa melhor curtida. OSMARDEAMIGOS.COM agradece pela credibilidade.

Foto tirada no extinto Parque São Jorge

Em pé: Cafunga, Zézinho, Vladimir, Abimael, Marcos Antonio Silvestre (Kiko) e Café

Agachados: Nelsinho, Sódinha, Flávinho, Valdirlei, Miranda e Mican (Micael) como (massagista).

 

Incio da década de 1970, (1971 ou 1972). O time da foto é o Hinomoto da Vila Verinha, formado e treinado pelo seu Linconl Japones.

 

“Esse time foi formado na Vila Verinha. Atletas que participaram na formação Zezinho era da Guarda Mirim, João Fornalha, Vladimir e Café o treinador era o seu Lincon Japones, ele levava os jogadores em um Jeep da época... Após os jogos pagava tubaína para todos“.

 

Palavras do nosso amigo Vladimir Faria, o terceiro em pé da esquerda para a direita.

Ajudando a contar um pouco a história do futebol local e regional. Sempre citando e valorizando as fontes pesquisada

 

Portal do jornalista Milton Neves

 

 

Miranda

Ex-lateral-esquerdo do Guarani e do Galo

Miranda, o Donizete Manuel Onofre,  o Miranda, ex-lateral-esquerdo que fez parte da histórica campanha do Guarani campeão brasileiro de 1978, vive atualmente em Contagem, Minas Gerais.


Ele trabalha como auxiliar técnico do ex-centroavante Reinaldo, que é treinador do BHFC (Belo Horizonte Futebol Clube).


Miranda é casado com a irmã de Zé Carlos, ex-Cruzeiro de Tostão e também Guarani de 1978. Tanto ele como o genial Zé Carlos moram no mesmo prédio com suas famílias.


Miranda chegou ao Guarani pelas mãos de seu irmão, também chamado de Miranda (que na época já fazia sucesso no Rio de Janeiro, atuando pelo Botafogo).


No Guarani, Miranda começou como lateral-direito e chegou a jogar até na ponta-direita em 1977, com os técnicos Paulo Emílio e Paulo Amaral.


Em 1978, sem opção para a lateral esquerda, o técnico Carlos Alberto Silva improvisou Miranda, que mesmo sendo destro se destacou, sendo um dos principais jogadores da campanha vitoriosa do Bugre no Campeonato Brasileiro de 1978. Superou até o consagrado Júnior, do Flamengo, como melhor lateral-esquerdo da temporada.


Esteve em campo durante toda a competição, em que o Bugre  sagrou-se campeão batendo o Palmeiras na final. Os dois jogos da decisão terminaram 1 a 0, tanto no Morumbi quanto no Brinco de Ouro, em Campinas.


Após passar pelo Guarani, Miranda defendeu Atlético Mineiro, Portuguesa, Avai-SC e Atlético Paranaense. Encerrou sua carreira pelo União de Mogi das Cruzes.


por Marcelo Rozenberg e Marcos Júnior.

Time juvenil do Guarani em 1975

Em pé, da esquerda para a direita, o primeiro é o técnico Adaílton Ladeira, o terceiro é o lateral Miranda, Flávio Trevisan é o sexto e Dionísio aparece em sétimo. Agachados, também da esquerda para a direita, os três últimos são Marcinho Trombada, Manguinha e Osnir. Foto enviada por Artur Eugênio Mathias.

Craques do futebol brasileiro em 1978

Imagem da revista Manchete Esportiva. Em pé, da esquerda para a direita: Leão, Oscar, Amaral, Falcão, Miranda, Zé Maria e Carlos Alberto Silva. Agachados: Careca, Zico, Palhinha, Paulo César Carpegiani e Zenon.

Guarani campeão brasileiro de 1978

 Da esquerda para a direita, em pé: Zé Carlos, Edson, Mauro, Miranda, Gomes e Neneca. Agachados: Capitão, Renato, Careca, Zenon e Bozó.

Foto enviada por Luiz Carlos Ferreira

Clube Atlético Mineiro

 Em pé: Gregório, Renato Queiroz, Fred, Dr. Ronaldo Carvalho, João Leite, Luizinho, Nelinho, Miranda, Toninho e Oliveira. Agachados: Valença Pereira, Catatau, Paulinho, Heleno, Reinaldo, Marcus Vinicius, Éder e Belmiro.

Foto: Arquivo Pessoal / Heleno.

Belo Horizonte Futebol Clube

 Miranda como auxiliar técnico de Reinaldo.

 

Estamos fazendo a nossa parte“

 

 

*(ATUALIZAÇÃO A QUALQUER MOMENTO).

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga